Moçambique e Guiné-Bissau juntos na música “Dar as mãos” de Khronic e Mikas Cabral

Moçambique e Guiné-Bissau juntos na música “Dar as mãos” de Khronic e Mikas Cabral

- in Notícias

O rapper moçambicano, Khronic, está a preparar o seu terceiro trabalho discográfico e, como forma de alimentar “a espera” dos seus seguidores, irá lançar, brevemente, o terceiro single do álbum, “Dar as mãos”, que conta com a participação do músico guineense, Mikas Cabral

De acordo com o comunicado de imprensa enviado à Moz Entretenimento, a música “Dar as mãos” cumpre os propósitos de Khronic na promoção da sua carreira na lusofonia e noutras diásporas, um trabalho que tem realizado já há algum tempo, a frisar, por exemplo, a música com o conceituado grupo português, Dealema, e, já este ano, com os lendários The Outlawz, grupo norte-americano fundado por 2 Pac, que até hoje promove o legado do considerado maior rapper de sempre.

Desta vez, entretanto, preferiu alguém que não fosse do universo Hip-Hop e “porque cresci ouvindo Mikas Cabral em minha casa, por conta da minha mãe, fizemos os contactos com o artista guineense”, partilha.

A prior, foi algo meio estranho para ele, porque não tinha feito nada de Hip-Hop, e naquela altura que estive em Portugal a promover o álbum e algumas parcerias propus o projecto”, conta, acrescentando que o vocalista da mítica banda Tabanka Djaz, por ser um cultor da música tocada, fez alguns reparos para aprimorar a criação. 

A música foi gravada em Moçambique e Portugal há um ano, ou seja, Agosto de 2021. Mikas Cabral gravou o refrão na Bob Records, em Lisboa, e Khronic na Tchaya Records, em Maputo. E porque, recentemente, Mikas Cabral esteve em Maputo, foi gravado o vídeo da respectiva música, que não só promove o artista moçambicano na lusofonia, mas sim a toda uma criação local nessa esfera internacional, dando continuidade a trabalhos de artistas como Azagaia e Duas Caras.

Aliás, Duas Caras é o rapper que acompanha Khronic na sua primeira faixa de promoção do álbum “Linha do tempo”. A música chama-se “Vive hoje”. A seguir, com a participação do rapper Kloro e Rui Michel, lança “Crescer e aprender”.

O álbum “Linha do tempo”, com previsão para ainda este ano, é o terceiro do artista. Os álbuns anteriores são “Tentativa, queda e superação” (2013) e “Retratos” (2018).

Facebook Comments

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *