Fu da Siderurgia sobe ao palco e invoca os seus ancestrais

Fu da Siderurgia sobe ao palco e invoca os seus ancestrais

- in Notícias

Por: Odjoh Emilio

Conhecido nos meandros do Hip-Hop por produzir instrumentais icónicas e com um toque peculiarmente seu, Fu da Siderurgia conecta o analógico, o digital e o electrónico em única experiência sonora.

Na última quarta-feira, 7 de dezembro, o experiente produtor de instrumentais apresentou mais um dos seus experimentos sonoros intitulado “AnaloguElektronica”, concebido como um encontro com a sua ancestralidade, no 16 Neto Espaço Cultural, na cidade de Maputo.

Para Fu, encontrar o passado é matéria fundamental para se seguir adiante, tanto que levou no seu set, componentes de produção analógicos e electrónicos, não deixando o digital que é, actualmente, parte indispensável das suas produções, numa apresentação que não era só de áudio, mas também os visuais daquilo que caracterizou como sendo as coisas que pairam em sua mente e coração traduzidos. 

Para quem ousasse pensar que esteve mais munido de elementos modernos do que de tradicionais, Fu se contrapôs, chamando ao palco a mbira de Beauty Sitoe, com quem já se tem registo de ter partilhado o palco antes e a poesia Maguengue Khossa, que sublinhou a invocação da ancestralidade e leu uma carta de amor e critica a Moçambique. 

Facebook Comments

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *