Famosos Moçambicanos: Fama VS Formação

Famosos Moçambicanos: Fama VS Formação

- in Curiosidades

Nos últimos anos, Moçambique tornou-se num país onde o Mundo da fama é muito competitivo. Quaisquer 15 minutos de fama são suficientes para que algumas pessoas sintam-se no apogeu e intocáveis.

De acordo com os objectivos que cada um deseja alcançar, a fama na maioria das vezes é tida como prioridade e depois é que vem a formação académica, exemplos concretos têm se verificado de alguns cantores moçambicanos, que quando ficam famosos deixam de lado a escola, mas por outro lado temos pessoas que desistem ou adiam por algum tempo um sonho ou uma carreira por motivos estritamente académicos.

Hoje, o Moz Entretenimento decidiu fazer este artigo para falar de alguns famosos que não deixaram com que a sede pela fama atrapalhasse na sua vida académica e dedicarem-se de corpo e alma na formação, veja a seguir:

Neyma Nacimo

A influencer e apresentadora Neyma Nacimo Chutumia é formada em Administração pública.

Laylizzy 

O rapper moçambicano, Lay Low aka Lay Lizzy, tem o grau de Mestrado em Direito, pela Universidade Westminster em Londres.

Slim Nigga

O rapper moçambicano, Slim Nigga, é Licenciado em Direito pela Universidade São Tomás de Moçambique (USTM).

Nelson Nhachungue

O cantor e compositor Nelson Elisio Celio Nhachugue é licenciado em Direito.

3H

O rapper moçambicano, Trez Agah, é formado em Engenharia Civil.

Pinto Música

O estilista moçambicano, Pinto Música, graduou em direito pela Faculdade de ética e ciências humanas da Universidade São Tomás

 Ernesto Martinho


O apresentador Ernesto Martinho tem o grau Mestrado em Estudo de Desenvolvimento na Especialidade de Administração e Finanças Públicas pelo Instituto Superior de Relações Internacionais (ISRI).

Hot Blaze

O cantor moçambicano, Hot Blaze, é licenciado em Direito.

  G2


O Músico, compositor e produtor moçambicano, Guerte Geraldo, popularmente conhecido com G2, é Licenciado em Engenharia Informática e Telecomunicações pelo Instituto Superior de Transportes e Comunicações (ISUTC).

Dama Do Bling


A cantora moçambicana, Dama Do Bling, é Licenciada em Direito pela Universidade Eduardo Mondlane (UEM), facto curioso é que ela nunca exerceu a sua função devido a sua paixão pela Música.

Hernâni Da Silva


Considerado como sendo um dos melhores rappers de Moçambique, Hernâni Da Silva é formado em  Engenharia Informática pelo Instituto Superior de Transportes e Comunicações (ISUTC).

Iveth


A rapper moçambicana, Iveth, é mestre em Direito, trabalha como Advogada na Liga dos Direitos Humanos, e é Docente na Faculdade de Direito da Universidade Eduardo Mondlane (UEM) e no Instituto Superior de Ciências e Tecnologias de Moçambique (ISCTEM).

Ivo Mahel

Ivo Mahel é licenciado em Direito pela Universinade Wutivi ( antigamente designado po ISTEG) e Mestre em Ciências Políticas.

Jeckcy

A cantora moçambicana, Jeckcy Banzo, de 27 anos de idade é Licenciada em Direito & Pós Graduada em Gestão de Negócios de Petróleo e Gás.

Liloca

Luísa Zélia Sebastiana da Graça Madade, mais conhecida como Liloca, é Licenciada em Direito pelo ISCTEM – Instituto Superior de Ciências e Tecnologias de Moçambique.

Lourena Nhate

A cantora moçambicana, Lourena Nhate, é Licenciada em Gestão de Recursos Humanos, pela Universidade Pedagógica e Mestrada na área de Administração Pública pelo ISRI.

Tatiana Sumburane

A empresária e apresentadora Tatiana Sumburane é licenciada em Ciências de Comunicação, especialidade de Publicidade e Marketing pela Universidade Politécnica.

Regina Gran’mah

A cantora Regina da banda Gran’mah é Licenciada em Ciências Políticas e Antropologia pela Universidade de Nova Iorque, e tem um Mestrado em Estudos de Desenvolvimento pela SOAS – Universidade de Londres.

Facebook Comments

10 Comments

  1. Wild Antonio Alfredo

    Pensei que so queriam falar de cantores, tem muitos licenciados que nao citaram. E nao entende por que que citaram o unico apresentador Martinho como Mestrado? Tem varios apresentadores com Nivel superiores. Mesmo quando fizeram o casting do apresentadores que vestem bem nao entende qual foi o criteririo usado porque existem muitos. Seriam tao importante ao fazerem estas vossas selecoes incluirem os que estao noutras provincias ou regioes. Por favor nao se limitem so a individuos de Maputo. As provincias tambem tem melhores potencialidades que Maputo. Obrigado

    1. Os outros ficam para outro artigo, imagine se tivessemos que falar de todos, levariamos muito tempo.

      1. Prince Dio Machopal

        Artigo bem feito. Ele disse que alguns, foi procurar os mais populares e com graus acadêmicos superiores.

  2. Pingback: Lay Lizzy assina contracto com a NIKE - Moz Entretenimento

  3. sinseramente não consigo entender o porque do ernesto martinho consta nessa lista

  4. Euclidio Mauro

    Parem de criticar, o artigo está no ponto, se o Martinho está ou não no artigo isso pouco interessa. Alguns, como eu, não sabiam nada acerca dele, mas graças ao artigo fiquei sabendo. Ele inspira os demais por ser mestre em alguma coisa… salut

  5. Valeriano Patricio Sumica Delepa

    Cheio de Direito

    1. Parece que é o curso mais querido!!

    2. 🤣 🤣 🤣 🤣 Mas cheio de Direito😂😂😂😂😂 chega a ser estranho. Levar-me a pensar certas coisas que não importa mencionar aqui.
      Mas fico feliz que os artistas estão se formando cada vez mais. Antes, ser artista era sinónimo de “abandonar escola”. Hoje, vejo diferente. Parabéns à cada um. Sei que a lista não é exaustiva. Não era possível publicar todo mundo, senão este artigo não acabaria. Além de isso seria uma pesquisa com direito a financiamento. Descobrir a formação de todos os famosos de Moçambique não é uma tarefa tão simples, principalmente porque os nossos artistas não têm biografias publicadas, não têm Wikipedia, assessoria de imprensa e essas coisas. Levaria uma eternidade. E o site não falou de cantores ou artistas. Falou de famosos. Por isso o Martinho está na lista. Mas, vale a crítica de que Moçambique não se circunscreve a Maputo e é aborrecedor ver que toda vez que se fala de algo sobre Moz, algum top não sei quê, os mais isto, os melhores aquilo, as maiores não sei quê, está a falar-se apenas de Maputo. É muito estranha da parte das pessoas de Maputo, essa forma parcial de ser moçambicano.

      1. Olá Danielle. Obrigado pelo seu comentário, realmente sempre há uma tendência de se focar apenas em Maputo, mas é um problema que estamos a tentar limar.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *