“Cantores moçambicanos também são culpados pelo fracasso do consumo das suas músicas via streaming”- Jeremias Gotine 

“Cantores moçambicanos também são culpados pelo fracasso do consumo das suas músicas via streaming”- Jeremias Gotine 

- in Opinião

Com certeza você ouviu a seguinte fala: “É fácil jogar a culpa nos outros“, pois é, os cantores moçambicanos têm o hábito de culpar os seus seguidores, fãs e admiradores por não consumo das suas obras nas plataformas digitais, via online ou simplesmente streaming, mas eu sinto que eles também são a razão disso.

Ora vejamos: Quando um determinado artista lança seu projecto musical, ele aparece nas TV’s a dizer que o material está disponível em todas plataformas digitais, mas quando você segue o mesmo nas redes sociais para ter os links que te levam a esses meios, a única interligação que terá acesso é do Youtube.

Os cantores colocam suas músicas nas plataformas de streaming, mas não as divulgam, eles passam a maior parte do tempo falando do Youtube, e partilham cada alcance de visualizações da mesma plataforma, e esquecem completamente de divulgar outras distribuidoras como: SoundCloud, M-Toca, Deezer, Apple Music, etc. Desta feita, os fãs são indirectamente incentivados a não acessar sites que os próprios artistas não dão mínima importância, pelo que dá para perceber.

Se os artistas partilhassem teriam sucesso nas plataformas digitais, a título de exemplo estão os artistas Jay Arghh, Mark Exodus e Djimetta, que na altura em que publicavam os números de streaming, eles chegaram a alcançar grandes estatísticas, o que precisa ser feito com muito empenho para mudar a história de que em Moçambique não se consome músicas online.

Facebook Comments

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.