Vídeo de hip-hop reúne artistas de Brasil, Moçambique e Portugal em denúncia ao racismo

Vídeo de hip-hop reúne artistas de Brasil, Moçambique e Portugal em denúncia ao racismo

- in Música, Notícias

Mc’s, DJ e Beatmaker do Brasil, Moçambique e Portugal se unem num vídeo clipe para denunciarem o racismo. Este trabalho musical tem como título “União Antirracista” e é promovido pela plataforma Barras Maning Arretadas e já encontra-se disponível no YouTube.

Segundo a nota de imprensa enviada à redacção da Moz Entretenimento, “União Antirracista” tem como condutor sonoro o beatmaker Dedecco da cidade da Beira, província de Sofala. O DJ Spin de Ribeirão Preto/Brasil também mostra a origem do hip-hop com uma série de scratchs e a inserção de homenagem a Mano Brown do Racionais Mc´s.

Nas rimas, Isadroga de João Pessoa/Brasil anuncia que “não é só não ser racista, tem que ser antirracista”. A música também conta com o experiente Gill Puff One, que denuncia as questões sociais em Chimoio, na província de Manica, desde o início década de 1990.

Casanova, de Viseu/Portugal, representa a nova geração consciente.

Por sua vez, Kara da Rua, da cidade da Beira, apresenta a sua visão antirracista junto com os seus três filhos, que apresentam mensagens de denúncia e conscientização.

A música “União Antirracista” foi mixada/masterizada por Cesar Hostil de São Paulo/Brasil. Enquanto isso, Xelter de Nampula editou o vídeo.

Facebook Comments

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.