“Uma reacção ao álbum Revolução Cultural de Kloro” – Por João Diamantina

“Uma reacção ao álbum Revolução Cultural de Kloro” – Por João Diamantina

- in Opinião

Por: João Diamantina

A intenção foi boa, mas não vi Revolução Cultural neste Álbum.

Kloro lançou um álbum denominado “Revolução Cultural” no ano passado. Gostei do nome. Revolução significa mudança abrupta em vários campos de actuação. No caso, é de cultura que estou a falar.

O título levou-me a pensar que Kloro queria trazer mudanças na sua forma de fazer Rap. Mas heiiii, Acho que só foi impressão minha.

Mas voce também teria a mesma impressão! Você também pensaria o mesmo vendo esta capa. É arte maconde. É nossa cultura. É bonito.

Mas o mesmo não digo sobre o conteúdo! Alô, não me entenda mal. Não sou raiz quadrada ou Polinomios eu.

O que estou a dizer é que neste álbum, o Kloro não conseguiu trazer a dita REVOLUÇÃO CULTURAL conforme ele prometeu.

Aliás, ele até trouxe mas apenas numa música. Mas isso é como faltar todo o ano à escola e ir um dia,e esperar passar. Não funciona!

A única música que acho que é diferente do habitual é a número 10 com Roberto Chitsondzo & Assa Matusse com o título “Tlhanga”. Tu não sabes disso porque não compraste o CD, Mas tu pah. Estas maning a vontade na TAWEN

Na música “Tlhanga” ouvi Kloro como nunca antes tinha ouvido.

NB: Não estou a questionar tecnicamente este álbum! O áudio está bom. Uma boa produção. Apenas estou a dizer que a nível de conteúdo, Kloro não conseguiu trazer REVOLUÇÃO.

Nas restante músicas, ouvi Kloro como sempre tenho ouvido.
Isso não é mau. Mas promessa é dívida, Perguntem a Mcel.

Facebook Comments

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *