Sobre o show do Rick Ross: “A Fundação Ehiko é uma entidade séria” – António Matavele

Sobre o show do Rick Ross: “A Fundação Ehiko é uma entidade séria” – António Matavele

- in Notícias

Por: António Matavele

A Fundação Ehiko é um bebé que nasceu grande, é o mais novo jogador da equipa que está a marcar muitos golos, por isso, merece o carinho de todos os moçambicanos.

Após o mundo inteiro ter passado por momentos difíceis protagonizados pela COVID-19, a Fundação Ehiko decidiu brindar o povo moçambicano com os melhores eventos de 2022.

Desde os shows dos Calemas, Lizha Só Festas, Festival Mozika até ao grande concerto do Rick Ross.

Moçambique não é o único país que recebe artistas internacionais…

Lamenta-se o facto de estar a se usar órgãos de comunicação social do país para desinformar as pessoas.

Inicialmente, questionou-se o cachê do Rick Ross e houve várias especulações, mas o facto é que ninguém pode falar deste assunto com certeza se não forem os organizadores do evento ou o próprio artista, porque somente as duas partes sabem como foram conduzidas as negociações.

O show do Rick Ross foi produzido por uma entidade séria que é a Fundação Ehiko, que contou com a parceria de várias empresas credíveis a nível nacional e internacional.

Se Rick Ross não tivesse estado em Moçambique e o nome dele tivesse sido usado para uma finalidade desconhecida, ele próprio já teria reagido.

NOTA: Quanto mais divulgarmos informações falsas através da televisão com o intuito de denegrir, automaticamente mostramos a nossa falta de profissionalismo e falta de união como uma nação.

Repito: MOÇAMBIQUE NÃO É O ÚNICO PAÍS A RECEBER ARTISTAS INTERNACIONAIS NO MUNDO.

Bem haja a Função Ehiko!

Facebook Comments

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *