“Programas de entretenimento fazem mau uso do espaço de antena durante o julgamento” – Jeremias Gotine

“Programas de entretenimento fazem mau uso do espaço de antena durante o julgamento” – Jeremias Gotine

- in Opinião

Decorre desde a segunda-feira passada, o julgamento mais “badalado” de todos os tempos em Moçambique, relacionado com as dívidas não declaradas ou simplesmente dívidas ocultas, que arrasaram a economia nacional.

Os jornais, rádios e televisões estão atentos as incidências relativamente ao evento que acontece na cadeia de máxima segurança conhecida por “BO”, mas a minha preocupação está nos programas de entretenimento.

Ora vejamos, o julgamento está sendo transmitido quase que 24/7 nos órgãos de comunicação social, e todo mundo acompanha de cima para baixo, no entanto, os canais de televisão, sobretudo os programas de entretenimento entram no ar por um tempo cronometrado, ou seja, durante as pausas/intervalos do julgamento, e ao invés de colocarem o público divertido com diversos assuntos que englobam a arte, os apresentadores passam os seus “minutinhos” no ar a fazer rescaldo do mesmo julgamento, o que não faz menor sentido, pois isso é feito no momento em que a acta é redigida.

Nos 45 minutos atribuídos em cada interrupção, o povo merece ver um pouco de vídeo clipes, actuações artísticas, poesia, ou algo que compreende a arte, mas o pior de tudo, é que os produtores de programas [se é que existem] alinham os momentos engraçados que são capturados e divulgados pelos WhatsApp’s nas suas programações, o que eu considero um absurdo.

Facebook Comments

2 Comments

  1. Boa noite irmãos, bom trabalho.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *