Programa de hip-hop reúne artistas femininos de Moçambique, Brasil, Angola e Bolívia

Programa de hip-hop reúne artistas femininos de Moçambique, Brasil, Angola e Bolívia

- in Notícias

Nesta quarta-feira, 9 de março, o programa online de hip-hop denominado Barras Maning Arretadas terá, exclusivamente, atracções de artistas femininos, nomeadamente, Carina Houston, rapper e única beatmaker mulher de Moçambique; Nina Uma, primeira rapper mulher da Bolívia; Ginga, rapper angolana e Riska, grafiteira brasileira, alusivo ao Dia Internacional da Mulher.

Ontem, assinalou-se o Dia Internacional da Mulher, mas a comemoração no programa acontece no dia posterior, porque é tradicionalmente nas quartas-feiras, que acontece a atracção, sendo que irá iniciar às 18h do Brasil, 22h de Angola e 23h de Moçambique.

De acordo com uma nota enviada à Moz Entretenimento, a escolha foi por atracções que representassem quebras de tabu na busca pela igualdade de gênero. Assim, Carina Houston foi convidada devido ao seu pioneirismo na arte de construir instrumentais para músicas de rap no país, assim como a activista Nina Uma é pioneira no rap boliviano. Por sua vez, Ginga é uma artista que luta pela maior visibilidade das mulheres no rap angolano. Já Riska é uma activista constantemente engajada na visibilidade das mulheres no grafite, tanto lutando para se ter mais rappers femininos, como também grafitando mulheres em suas obras.

Facebook Comments

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.