“O Pandza precisa de ramos tal como Hip-hop, Rap e Trap – Kizomba, Zouk e Tarraxinha” – Jeremias Gotine

“O Pandza precisa de ramos tal como Hip-hop, Rap e Trap – Kizomba, Zouk e Tarraxinha” – Jeremias Gotine

- in Opinião

Denny OG ficou no tempo”, essa é a frase que a maioria usa para desqualificar a música “Estou a Pedir”, lançada há poucos dias, mas eu vou discordar dos críticos e apresentarei dados com “A+B” da mesma forma que fiz em outros assuntos polémicos do nosso belo Moçambique.

Existem muitos fazedores do Pandza, mas neste momento os críticos só têm ouvidos para o miúdo maravilha, Hélio Beatz, pois alegam “Este é que é o Pandza”, mas se os artistas da Velha Escola começaram a seguir cada passo do Hélio, os analistas dirão que “O problema do podre é copiar e plagiar”.

Quando se fala de Hip-hop, Rap e Trap, já sabemos que são os “Niggas que repam”, por isso, existem os Azagaia, Nikotina KF e Shabba Wonder, todos na mesma prateleira, porém dividida minuciosamente, em intervenção social, punchlines e vida louca toda hora.

Vamos buscar Kizomba, Zouk e Tarraxinha, onde encontramos artistas que parecem estar a dançar mesma música, no entanto, há sempre uma diferença lá no fundo.

Assim sendo, o Pandza também precisa ter suas próprias ramificações, até porque esse estilo musical tem gerações envolvidas, que dificilmente irão raciocinar da mesma maneira.

E digo mais, se o Denny tivesse ficado no tempo, ele não conseguiria fazer aquela performance na música “O Problema do Pobre“, pertencente ao próprio Hélio Beatz.

Facebook Comments

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.