Filipe Nyusi participa no lançamento do filme “Nhinguitimo”

Filipe Nyusi participa no lançamento do filme “Nhinguitimo”

- in Cinema, Notícias

O presidente da República, Filipe Jacinto Nyusi, participou na tarde desta segunda-feira (11), na cidade de Maputo, no lançamento do filme “Nhinguitimo”, do realizador moçambicano Licínio de Azevedo.

Segundo uma nota publicada no Facebook do Ministério da Cultura e Turismo, o evento foi testemunhado por várias individualidades, dentre as quais a Ministra da Cultura e Turismo, Eldevina Materula; o Reitor da Universidade Pedagógica, Jorge Ferrão, Produtor-Executivo do filme; o escritor Luís Bernardo Honwana, autor do livro “Nós matamos o Cão Tinhoso”, onde se extraiu o texto “Nhinguitimo”, que inspirou a história do filme; o realizador do filme, Licínio de Azevedo; o Director-Geral do INICC, Ivan Bonde; o Conselheiro de Cooperação e Acção Cultural da Embaixada da França, Laurent Perez VIDAL; todo elenco do filme, patrocinadores e artistas das mais diversas áreas.

Após a exibição da curta-metragem, em estreia, o Presidente da República, Filipe Jacinto Nyusi, intervindo no evento, saudou todo elenco pela realização da curta-metragem.

“Gostaria de felicitar os actores e todos que fizeram parte do filme pela excelente produção. Com este e outros filmes estamos a colocar Moçambique no mapa do mundo, há muito para se documentar neste país e esta é uma forma que nunca fica ultrapassada. Encorajo ao Licínio de Azevedo para continuar a fazer coisas boas, mesmo com dificuldades, saber superar, reiventar-se e trazer estas alegrias”.

A produção cinematográfica foi uma das quatro obras vencedoras do primeiro Concurso de Apoio e Financiamento à Actividade Audiovisual e Cinematográfica, promovido pelo MICULTUR em parceria com o Instituto Nacional das Indústrias Culturais e Criativas, INICC, IP. e lançado em Novembro do ano passado.

Falando momentos após apresentar o elenco do filme, Licínio de Azevedo fez menção à importância do concurso de Apoio e Financiamento à Actividade Audiovisual e Cinematográfica, referindo que “este concurso do audiovisual e cinema irá seguramente catapultar o desenvolvimento do cinema em Moçambique“.

A mesma fonte indica que o evento foi realizado pelo Ministério da Cultura e Turismo, através do Instituto Nacional das Indústrias Culturais e Criativas, e contou com o apoio do Centro Cultural Franco-Moçambicano.

“Nhinguitimo” é uma produção cinematográfica da Ébano Multimédia Moçambique e Mahla filmes, adaptada do conto com o mesmo título, de Luís Bernardo Honwana. A curta-metragem é uma ficção de 20 minutos, centrada na história de Vírgula Oito, um camponês sonhador e inconformado com as adversidades impostas a si e à sua comunidade. A ficção retrata a história da era colonial, colocando a justiça apenas ao benefício dos mais fortes.

O elenco do filme é constituido pelos actores: António Sitoi (Vírgula Oito); Jorge Vaz (Maguiguana); Ivan Barrama?(Machumbutana); António Cabrita (Rodrigues); Luís Sarmento (Administrador); Silvana Pombal (N’teasse); Nurodine Daude (Capataz); Joane Manhiça (Mãe do Vírgula Oito); Vitor Tomás (Médico).

Também participaram: Joni Schalwbach, Pierre Gagnoux, Micael Naydeniov, José Elias Sitoé, Austin Cossa, Felisberto Mucavel, Horpa Changuane Nélia Nhambau, Tomás Bombe; Francisco Clemente, Hussein Dbouk, José Rodrigues Boane, António Julião Chaúque, Rodrigues Ndove, Drécio Libombo, Victor Magaia, Augusto Chiva, Luís Zucula, Francisco Cossa e José Francisco Davane.

Facebook Comments

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *