Escritor Lucílio Manjate é candidato a Secretário-Geral da Associação dos Escritores Moçambicanos

Escritor Lucílio Manjate é candidato a Secretário-Geral da Associação dos Escritores Moçambicanos

- in Literatura, Notícias

O escritor moçambicano, Lucílio Manjate, é candidato a Secretário-Geral da Associação dos Escritores Moçambicanos (AEMO), cuja eleição deverá acontecer no presente semestre, durante a realização da Assembleia-Geral, segundo avançou o jornal Notícias, nesta terça-feira, 19 de janeiro.

O Notícias escreve ainda que Lucílio Manjate terá como adversário o escritor e actual Secretário-Geral, Carlos Paradona, que, recentemente, disse ao “Notícias” estar disponível para um segundo mandato.

A mesma fonte diz que Lucílio Manjate prefere apresentar as linhas do seu manifesto eleitoral no momento oportuno, isto nas vésperas das eleições internas.

Saiba um pouco mais sobre Lucílio Manjate

Lucílio Manjate nasceu a 13 de janeiro de 1981, na cidade de Maputo, capital de Moçambique. É formado em Linguística e em Literatura pela Universidade Eduardo Mondlane. Também decidiu actuar como professor e lecciona Literatura pela Faculdade de Letras e de Ciências Sociais dessa mesma Universidade.

Ao longo da sua carreira, lançou as seguintes obras:

  • Manifesto. Publicado em Maputo pela TDM, em 2006
  • Os silêncios do narrador. Publicado em Maputo pela AEMO, em 2010.
  • O contador de palavras. Publicadoem Maputo pela Alcance, em 2012.
  • A legítima dor da Dona Sebastião. Publicado em Maputo pela Alcance, em 2013.
  • Literatura Moçambicana – da ameaça do esquecimento à urgência do resgate. Publicado em Maputo pela
  • Alcance, em 2015 (Coautor da obra)
  • Rabhia. Lisboa: Edições Esgotadas, 2017.
  • Esperança e certeza 2 – Contos. Publicado em Maputo pela AEMO, em 2008. (Coorganizador da obra)
  • Era uma vez… Publicado em Maputo pela AEMO, em 2009. (Coorganizador da obra)
  • Antologia Inédita – Outras vozes de Moçambique. Publicado em Maputo pela Alcance, em 2014. (Coorganizador da obra).
  • A Triste História de Barcolino (2018)

Fonte: Beco das Palavras

Facebook Comments

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.