Concurso Literário Nó da Gaveta encerra oficinas de produção de livros em Matalana, distrito de Marracuene

Concurso Literário Nó da Gaveta encerra oficinas de produção de livros em Matalana, distrito de Marracuene

- in Literatura, Notícias

A Associação Cultural Nkaringanarte e a Kuvaninga encerram, este fim-de-semana, o ciclo de oficinas de livros com capas de cartão reaproveitado a propósito do Concurso Literário Nó da Gaveta. A acontecer entre quinta-feira e sábado, das 13h00 às 17h00, no Centro Cultural de Matalana, em Marracuene, a oficina pretende reunir adolescentes e jovens locais, membros da Associação Cultural Mavoko, bem como activistas da Associação Helpo, que trabalham com crianças em ambiente de biblioteca e ludoteca.

Um comunicado de imprensa enviado ao Moz Entretenimento conta que, ao todo, serão 10 participantes que durante três dias estarão expostos ao processo de produção de livros artesanais, que contempla o corte e pintura de papelão, a cosedura de papelão com o miolo, mas também a uma conversa sobre literatura, direitos autorais, produção independente e sustentabilidade de livros artesanais.

Com esta oficina, espera-se que se crie um núcleo de editores e produtores de livros a nível da localidade de Matalana, de modo que se ampliem oportunidades de edição e publicação de livros de autores locais, bem como se active as capacidades psico-motoras dos participantes e demais crianças e adolescentes que serão contemplados a posterior. Para além disso, esta oficina pretende despertar à consciência de preservação do meio ambiente, através do reaproveitamento do papelão, bem como cultivar-se o espírito criativo, através da pintura e artesanato.

Esta actividade, por outro lado, não deixa de servir como um alento à localidade de Matalana que durante muito tempo esteve privada de exercer atividades artísticas com o encerramento do Centro Cultural Matalana, legado de Malangatana Valente Ngwenya a nova geração. Assim, desta forma, esta oficina inclui-se na programação que de algum tempo para cá tem agitado aquele local, com atividades de pintura, música e turismo dinamizados pela Associação Cultural Mavoko.

A oficina que acontece depois de amanhã é a obra “O outro lado das flores”, de Laliana João Mahumane, vencedora do concurso Nó da Gaveta na zona Sul. O último dia do evento – sábado – vai contar com a sua presença, onde irá partilhar a sua experiência com os participantes e influenciá-los ao hábito de leitura e, quiçá, de escrita como ela própria.

Antes, porém, foram realizadas duas oficinas: uma na Ilha de Moçambique, dirigida à educadores de três centros infantis, à obra “O sonho de Chinguana”, de Cleyde Pamela, e a segunda na cidade da Beira, dirigida à membros e simpatizantes da Associação Literária Kulera, à obra “As Aventuras de Manuelito”, de João Baptista.

Recorde-se que o Concurso Literário Nó da Gaveta foi lançado a 18 de Agosto e distinguiu três trabalhos inéditos de ficção, sendo um no sul, outro no centro e outro ainda no norte. As três obras premiadas, representando cada região do país, foram editadas pela Kuvaninga cartão d’arte, com recurso a capas de cartão reaproveitado.

Facebook Comments

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *