Arte contra violência na Zambézia com Sebastião Coana

Arte contra violência na Zambézia com Sebastião Coana

- in Notícias

O artista plástico moçambicano, Sebastião Coana, tem vindo a surpreender os amantes das artes com as suas belíssimas obras em murais, e, desta vez, a província da Zambézia agraciou-se de um mural contra a violência baseada no género.

A pintura di mural contra a violência baseada no género durou dois dias úteis com a capacitação e o envolvimento de 25 rapazes e raparigas, de modo a transferir técnicas, gerar apropriação e réplicas nas suas comunidades.

O movimento artístico naquela província aconteceu por causa do convite da associação Rede Homens pela Mudança (HOPEM) em parceria com a UNFPA e Embaixada da Suecia.

Como forma de envolver os seus leitores nas artes como instrumento de desenvolvimento, o escritor partilhou nas suas redes sociais, os 5 passos que devemos seguir, veja abaixo:

AS ARTES COMO INSTRUMENTO DE DESENVOLVIMENTO

1. EDUCA : as pinturas de murais falantes educam as comunidades através da sua mensagem.

2. AUTO-EMPREGO JUVENIL: Durante o processo de pintura formamos jovens em pintura civil e artística para puderem replicar as técnicas ganhando dinheiro.

3. ESTÉTICA OU BELEZA URBANA: Os murais tornam lugares mais lindos atrair mais visitantes.

4. INCLUSÃO SOCIAL: Ela permite participação de pessoas até crianças especiais.

5. CUSTO REDUZIDO: A pintura de murais é mais barato que impressão de auto-doors. E os murais podem durar até 25 anos.

Facebook Comments

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.