“A Captura do Estado” – Quarta exposição individual de Titos Pelembe já patente na Galeria Kulungwana

“A Captura do Estado” – Quarta exposição individual de Titos Pelembe já patente na Galeria Kulungwana

- in Notícias

De 3 a 30 de Setembro, os amantes das artes podem deliciar-se da quarta exposição individual de Titos Pelembe intitulada “A Captura do Estado” com curadoria por Jorge Dias, que está patente na Galeria Kulungwana, localizada na Estação Central dos CFM, Cidade de Maputo.

De acordo com a nota publicada pela Kulungwana no seu website, nesta exposição, o artista olha e a reflecte criticamente sobre a condição social e política das sociedades em que vivemos, retratando as fragilidades dos vários sistemas de governação.

Sobre o artista Titos Pelembe

Titos Pelembe nasceu em Maputo, em 1988, e é doutorando em Educação Artística, em Portugal, após ter concluído a licenciatura em Artes Visuais pelo Instituto Superior de Artes e Cultura (ISArC), em 2013, e o mestrado em Arte e Design para o Espaço Público, pela Faculdade de Belas Artes da Universidade do Porto, em 2020.

Pertenceu à direcção do Núcleo de Arte, entre 2016 e 2018, sendo colaborador activo da Associação Kulungwana, do Museu das Pescas e da Presidência da República. Actualmente, é membro colaborador e investigador do projecto IDENTIDADES Colectivo de Acção|Investigação (ID_CAI).

Tem participado regularmente em exposições no país e no estrangeiro, tendo recebido vários prémios, com destaque para as exposições e concursos Prémios FUNDAC, Bienal TDM, Expo Anual MUSART, Prémios DESCOBERTA, Prémio Camões (Maputo) de Banda Desenhada e Prémio “Revelação-Francofonia”, do Centro Cultural Franco-Moçambicano.

Facebook Comments

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *