“90% de comediantes da internet não são criativos nem engraçados” – Jeremias Gotine

“90% de comediantes da internet não são criativos nem engraçados” – Jeremias Gotine

- in Opinião
Foto (baixada na Freepik)

Este é um dos vários artigos especiais publicados na Moz Entretenimento, falando sobre comediantes da internet, actuando a partir da nossa pátria amada, mas, desta vez, a opinião é uma crítica.

Tal como disse na matéria anterior, (cresce o número de comediantes moçambicanos que actuam na internet), isso é um facto, mas importa levar em conta que existe diferença entre quantidade e qualidade, da mesma forma que citei no artigo “10 comediantes que vão arrancar o seu sorriso na net”.

Afinal, quem começou com essa cena de interpretar uma mulher aqui no País do Pandza?! Não sei dizer, mas posso assegurar que Salésio do Pânico e Sette Seves popularizaram o movimento, que, hoje em dia, a maioria desses artistas, novatos, usam esse papel como arma do sucesso, importando conteúdos internacionais para enganar o público, como sendo os principais autores das peças.

No Facebook é muito fácil se deparar com os tais comediantes, sem qualidade nenhuma para interpretar, encenação totalmente podre, efeitos de edição saqueados dos vídeos da Nigéria, ou melhor, não são criativos nem engraçados.

Outro ponto muito preocupante tem a ver com Maxh, quer dizer, desde que ele adoptou personagem de uma criança chamada “Tonito”, quase todos comediantes estão a fazer mesma coisa, porém de maneira fútil, eles não têm a técnica genuína do Youtuber  Ângelo Machelewe, mais conhecido por Maxh.

Há muito trabalho em campo por ser feito, para alcançarmos diversidade de conteúdos da internet, principalmente da comédia, pois torna-se ridículo ter que ver cinco (05) vídeos de comediantes diferentes, mas com mesma actuação de mãe/pai e filho (Maxh e Tonito).

Facebook Comments

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *