Retrospectiva dos famosos moçambicanos – 2016

Retrospectiva dos famosos moçambicanos – 2016

- in Notícias
0

O ano 2016 apesar de ter começado “meio calmo” foi marcado de muitas polémicas no mundo dos famosos moçambicanos, embora a maioria delas tenham girado em torno das mesmas pessoas.Pode se dizer que o trio (Mr Bow, Maria de Lurdes e Liloca)foi protagonista, sem deixar de lado a Rainha do Pandza que não perdeu a coroa no reino das polémicas.

O Moz Entretenimento traz uma retrospectiva dos assuntos que marcaram o mundo do entretenimento em Moçambique, conheça os famosos que se deram bem e os que se deram mal durante o ano de 2016.

Assunto: Mr Bow, Maria de Lurdes e Liloca

Não há dúvidas de que esse trio foi assunto em quase todos fóruns de debate, tudo começou com a especulação da separação de Mr Bow e Maria de Lurdes, a informação circulou por muito tempo sem nenhuma confirmação até que Maria de Lurdes decidiu “abrir o jogo” e disse que estava separada do King (Bow) há muitíssimo tempo, confirmada a separação os dois começaram a se mandar várias indirectas pelo Facebook e o caso até chegou no tribunal cujo desfecho não foi divulgado.v

Enquanto tudo isso acontecia, Liloca ficava como vilã da história por ser supostamente o motivo da separação. Mais tarde Mr Bow e Liloca assumiram o relacionamento dando-se beijos no vídeo “Nitafa nawena” e em directo na TVM1, pouco tempo depois a cantora levantou outra polémica com o lançamento do vídeo “Meu marido” onde aparece grávida e não tardou para que fosse confirmado que o relacionamento havia dado fruto e os pontos vão para Fred Jossias que questionou a veracidade daquilo que estava sendo comentado nas redes e a cantora confirmou.

Kadabra Mc dá cabo de Paizão

O rapper moçambicano Kadabra Mc ganhou destaque quando “deixou o gladiador angolano Paizão em pedaços” durante uma batalha lírica denominada “Rompimento vs Rapodromo” que se realizou em Luanda, capital de Angola. A vitória deu ao Kadabra o privilégio de estar na lista dos artistas mais procurados no Google Moçambique em 2016.

Eunice Andrades fora da Tv Miramar

A notícia que dava conta de que Eunice Andrades já não era apresentadora do “Bellas Manhãs” e que consequentemente não fazia mais parte da Tv Miramar chocou os fãs e o público no geral, e a situação piorou quando Eunice afirmou que os motivos que a afastaram daquele órgão de comunicação não foram claros.

Matilde Conjo e suas polémicas

Foto by: Dark Shots

As polémicas da rainha do pandza começaram no reality show Big Brother Xtremo onde ela “esfregou” os seus seios na cara de um jovem, quem pensava que Matilde Conjo iria parar por ali ficou surpreendido na negativa quando a cantora foi actuar em cima de uma mesa durante uma festa de aniversário e para fechar em grande ela fez uma performance e usou uma roupa ousada durante um show no Hotel 2010.

Dj Dilson acusa Anjinho de tentar o vender

Dj Dilson foi assunto de debate durante várias semanas depois de ter acusado o jovem Anjinho dos KK Angel de tentar o vender para manter relações sexuais com outro homem como forma de pagamento do patrocínio que um empresário iria dar ao evento “One Man Show” organizado pelo Dj Dilson.

Suposta morte de Tabasily

O músico moçambicano Tabasily ficou internado durante um tempo no Hospital provincial da Matola devido a uma doença, porém no dia 19 de Setembro circulou uma informação que dava conta de que o músico teria perdido a vida, o que não constituía a verdade, pois ele já se encontrava em convívio familiar e em recuperação.

Neyma canta ao lado de Trey Songz

A cantora moçambicana Neyma participou na quarta temporada do Coke Studio Africa que teve lugar em Quenia, onde actuou ao lado de grandes artistas com destaque para o norte-americano Trey Songz.

A participação da diva da marrabenta gerou muita polémica por ser a terceira vez consecutiva, sem dar desta forma espaço para os outros artistas, e por isso o apresentador Relampago Doce disse que Neyma não merecia ter participado no Coke Studio Africa 2016.

Caso da Yara da Silva

Apesar de não ser negra, amarei capulana como as negras”, o que parecia um simples comentário “inocente” dito pela Yara da Silva no programa “Sabadar” da Stv, foi interpretado como um acto de racismo pelos internautas e pelo público em geral. Nas redes sociais (quase) todos começavam a chamar Yara da Silva de racista, até que a apresentadora pediu desculpas no inicio de uma das edições do programa “Manhas alegres” e o caso foi evaporando ao poucos.

Dygo Boy como cobrador de chapas

Tendo em conta que “não leva desaforos para casa”, o rapper e apresentador Dygo Boy aceitou o desafio de Mr Bow de trabalhar como cobrador de chapa por um dia e a rota escolhida foi de “Praça dos Combatentes – Baixa”, assim o fez D’Boy e ainda experimentou comer o famoso Pão com Badjia.

K9 diz que Yanick Afroman é o pior rapper dos PALOPs

K9 atacou o rapper angolanoYanick Afroman dizendo que é o pior rapper dos PALOPs e ainda foi mais longe, durante uma entrevista com o Moz Entretenimento o rapper disse que Afroman não tem nenhuma criatividade e está mais para humorista que rapper no verdadeiro sentido.

Facebook Comments

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

You may also like

Os 3 beefs que já marcaram 2017 em Moçambique – Veja aqui!

Há quem diga que este ano já deu