“Procedimentos para participar na Cadeira Do Boss”- Calíbre 27

“Procedimentos para participar na Cadeira Do Boss”- Calíbre 27

- in Opinião
0

Compreender os contornos da presença do Dj Dilson no programa do dia 3 de Outubro de 2018; Entender a forma de convite aos artistas para a sua participação.

A cadeira do Boss não é pela primeira vez que é vinculada na cadeia de televisão do grupo Soico enquanto rubrica, aliás, esta é a 4ª temporada, e foi a pedido dos telespectadores que a mesma voltou com um número de 10 perguntas feitas pela produção, o resto fica a cargo dos que acompanham, ligam para questionar ao convidado sobre algum assunto relacionado a sua carreira e vida pessoal importa referir que antes das linhas serem abertas, os convidados são questionados se assim pode se proceder ou não.

As figuras que por lá passam são preparadas de forma antecipada para melhor intervirem na tela, ou seja, a produção apresenta os temas que serão mencionados durante o programa, permitindo ao artista censurar dias antes, dizer se certo assunto deixa-lhe confortável ou não.

A produção e o Apresentador fazem alguma investigação dos assuntos ligados as “celebridades” escolhidas para que por sua vez elas tenham a chance de esclarecer para os seus fãs, seguidores, admiradores e toda a nação moçambicana, de tal forma que, têm a possibilidade de sugerir temas para à entrevista. É preciso que a verdade seja dita no ar, todos que já passaram da rubrica são confrontados com isso, e assumem.

Quanto ao Dilson, as pessoas não ouviram a parte em que fora perguntado sobre a traição que um dos membros do grupo New Joint teria organizado para “chifrar-lhe” em 2010? E o Dj disse que foi furado o olho, mas nos dias de hoje continuam com boas relações de amizade.

Emerson Miranda e a sua produção não são responsáveis pelo Museu (passado) das pessoas, principalmente das figuras públicas, mas servem de ponte de esclarecimento, afinal uma das funções da media é vigiar o território.

Quando Dilson foi questionado sobre um beijo que deu há 3 anos na boca a uma cantora moçambicana, mostrou memória cheia, não se lembrou, pediu ao Barão para trazer-lhe o nome (Liloca), no sentido de confirmar ou recusar a acção praticada na época.

One Man Show, afirmou, confirmou e carimbou “sim”, acrescentou: “foi uma coisa rápida, um rolé apenas”. Diga-me meu povo, onde é que Miranda mostra alguma intenção de acabar com a relação da mana “Lilouca” e Mista Bow, ademais, na outra rubrica “Os Meus Awards”, este cantor tem aparecido sempre no topo como melhor artista e na categoria de “Figura Mais querida do ano”, porém, ninguém diz “nhó nhó nhó”.

E nas minhas contas, essa vossa Lilouca em 2015 tinha 3 relações, oportunamente me pronuncio.

Facebook Comments

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

You may also like

Dj Dilson na Cadeira do Boss

O Dj Dilson participou na quarta-feira (3), na rubrica “Cadeira