O que não faltou no Regresso do James Produções

O que não faltou no Regresso do James Produções

- in Música, Notícias, Opinião

O James produções, marca ou nome então do considerado rei dos comboios musicais do Rap/Hip-hop em Moçambique está de volta!

Sim, o James está de volta, e a sua volta que foi registada através do lançamento da faixa musical Regresso, juntando os ditos pesos pesados do hip-hop nacional como Luar Beatz, Dice, Bangla 10, 16 Cenas, Flash Enccy, Hernâni da Silva & Gina Pepa, e o que não faltou em primeiro lugar, foi o grito característico “James Produções M’Fucker” que, ao que tudo indica não precisou ser regravada, seguiu-se uma conserva que mostra que o mesmo continua atemporal, seguindo-se a apresentação por parte do mesmo do elenco numa posição clara de ser o maquinista do comboio.

É um regresso do James, e não faltou um olho clínico ao qual mostrou que esteve no silêncio, mas isso não significou que esteve apagado do movimento, distante mas acompanhando a dinâmica e as novas “tendências” do Rap Moz, diga-se isso olhando ao elenco escolhido para o regresso, desde a antiguidade que é característico a junção de rappers com um sentido da velha e nova escola e cada um pertencendo a uma subcategoria das várias vertentes ou estilos de rap, ao que somos convidados a ressentir algumas vozes que estiveram, entre aspas, desactivadas, mas ainda assim que é obrigatório a sua menção no rap, exemplo do Flash Ency e da Gina Pepa ou vozes que possa parecer impossível tê-los na mesma música (atenta a participação de 16 Cenas e Dice Sitoe), e deste elenco não podia faltar vozes que fizeram o nome James Produções, caso de Hernâni da Silva e Dice, rappers que sempre deram de falar nos comboios do James, que seria um erro a falta desses.

E quando se trata dum comboio do James não só ouvimos referências, como também conhecemos ou reconhecemos a evolução no “modo silencioso” de alguns rappers, e está no “Regresso” por exemplo o Bangla 10 e Luar Beatz.

A auto-congratulação e a intimidação por parte dos rappers está lá, do primeiro minuto ao último que quando se chega aos últimos segundos chega nos a questão que nunca falta quando o comboio é do/a James: Quem amarrou o beat? (rapper com a melhor performance). Difícil de responder quando se têm altas performances e participação de um favorito.

Facebook Comments

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *