“Ngoma Moçambique perde qualidade a cada edição” – José Xpião

“Ngoma Moçambique perde qualidade a cada edição” – José Xpião

- in Eventos, Opinião
0

Por: José Carlos Maria Xpião

No dia 30 de Novembro, Sexta-feira, caíu o pano da “maior parada” da música nacional, Ngoma Moçambique, um concurso que existe há mais de 30 anos e mesmo assim não noto melhorias, principalmente no que concerne a formas de avaliação, os critérios ainda continuam entre os deuses.

Há muito contraste entre os resultados finais e o percurso das votações, por exemplo, Zacaraia esteve muitas vezes a frente da Liloca, mas ela ficou com a “canção mais popular”, ainda que fossem/sejam de categorias diferentes, é falta de atenção e irresponsabilidade por parte da organização deixar esse erro grave passar.

Um outro aspecto é relacionado as actuações dos manos e manas, cantam muito mal ao vivo, alguns por pouco morriam ou morrem no palco de tanto sufoco, falta de treinamento da voz, um dia alguém vai morrer por asfixia ou algum ataque de coração nesses eventos.

Muitos artistas não conhecem suas vozes e muito menos as notas musicais, gritam no momento da nota alta, uma sequência de desafinação sem fim.

A terminar, recomendo que, das próximas vezes a organização tome muito cuidado, e seleccione músicas do ano em referência do concurso para facilitar o processo.

Facebook Comments

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

You may also like

Gala do Ngoma 2018: Noite de intensas emoções e muitas surpresas

A noite da última sexta-feira, 30 de Novembro,