MOZOLUA realiza Festival Municipal de Artes e Cultura 2018

MOZOLUA realiza Festival Municipal de Artes e Cultura 2018

- in Eventos, Notícias
0

A Associação Cultural MOZOLUA em parceria com o Conselho Municipal da Cidade de Maputo, patrocínio dos Caminhos de Ferro de Moçambique e apoio do BCI, Água Namaacha, Chitará Sound, Pixel – Design e Serviços e Coca-Cola realiza nos próximos dias 23 e 24 de Novembro corrente o Festival Municipal de Artes e Cultura 2018.

O evento a ter lugar no Centro Cultural Franco-Moçambicano, pretende exaltar a riqueza artística e cultural da cidade de Maputo, quanto espaço que congrega muitas facetas em termos de criação e inovação.

O festival procura oferecer aos munícipes um programa pensado para as famílias e outros públicos, onde desde as primeiras horas do dia, a audiência têm a possibilidade de viver momentos de lazer, desfrutar da gastronomia, apreciar o melhor do artesanato local, ver os vários movimentos teatrais e literários que a cidade das acácias continua a forjar.

O Festival Municipal de Artes e Cultura surge igualmente num contexto de promoção do turismo doméstico, tendo em conta o vasto património histórico (material e imaterial) de que Maputo dispõe, reforçando deste modo o conjunto de esforços desencadeados por outras entidades no campo das artes e cultura na capital do país.

Segundo o comunicado de imprensa enviado ao Moz Entretenimento a MOZOLUA explica que decidiu escolher o lema do festival: “Água é Vida”, pois este recurso vital e de capital importância para o ser humano e que ameaça escassear nos próximos tempos, caso na haja uma acção energética visando preservá-lo. Achamos, quanto MOZOLUA, que as artes podem jogar um papel importante para que a sociedade compreenda a responsabilidade que todos os actores  carregam consigo que a escassez do líquido precioso não se consuma. Por isso queremos que o festival também seja um instrumento de intervenção nesse sentido, estimulando a adopção de medidas mais racionais em termos de consumo de água para que as actuais e futuras gerações tenham o direito de continuar a existir, pois sem água não há vida.

Para esta segunda edição e de forma geral o nosso cartaz tem como grande destaque a música, entretanto, conforme nos referimos acima estamos engajados na promoção da diversidade cultural da cidade de Maputo. Na primeira noite de espectáculos teremos Kapa Dech e Salimo Muhamed, como que a inaugurarem os dois dias de intensa festa para no dia seguinte, dia 24 de novembro, a partir das 10horas arrancarmos com uma feira de gastronomia, artesanato, teatro e poesia. A noite a festa vai continuar, com actuações ao vivo dos Ghorwane, Ras Haitrm, Gran Mah, Thikyt e Banda Pentescostal

Facebook Comments

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

You may also like

Música de Fany Mpfumo traduzida em livro de partitura “Songbook”

A Khuzula Editora procede no próximo dia 4