Humberto Luís desmente as informações publicadas pelo “Jornal notícias” sobre o Festival do Zouk 2018

Humberto Luís desmente as informações publicadas pelo “Jornal notícias” sobre o Festival do Zouk 2018

- in Notícias
0

Humberto Luís concedeu recentemente uma entrevista ao jornal “Notícias” onde falou sobre o Festival do Zouk 2018, entretanto, o cantor não concorda com a informação que foi publicada no renomado jornal.

Em um comunicado de imprensa publicado nas redes sociais, Humberto Luís disse que a informação que foi publicada no jornal não vai de acordo com o que ele disse na entrevista, veja a seguir o comunicado na íntegra.

COMUNICADO DE IMPRENSA

Boa noite.
Tomei conhecimento esta tarde de uma notícia, veiculada pelo jornal notícias, relacionada com ao Festival tropical Zouk (FTZ) 2018, na qual em linhas gerais eu Humberto Luís terei dito em entrevista àquele órgão de informação que sentia-me humilhado e com baixa auto-estima aquando do referido festival.

Quero através deste comunicado informar que recebi sim uma chamada telefónica do Jornal notícias que pretendia colher a minha opinião no que concerne ao pagamento de artistas nacionais e internacionais, minha opinião sobre sua disparidade etc.

Em Resposta eu Humberto Luís, não conhecendo o valor cobrado e pago aos artistas internacionais, aliás, tendo apenas conhecimento do meu pagamento, em cumprimento do meu contrato com a produção do evento em alusão, terei avançado que muito provavelmente esta disparidade, reconhecendo a sua existência mesmo sem numerário, vem pelo facto de cantores internacionais na sua maioria serem oriundos de países em que há uma indústria de música e devidamente organizada, fazem também grandes investimentos em suas carreiras visto terem também patrocínio para o efeito e que a meu ver tais investimentos incidem directamente nos cachets a cobrar. Em jeito de justificação avancei ainda que foi através do FTZ que conheci e passei a interagir com músicos do mundo fora, conheci estúdios, engenheiros, produtores internacionais e que trabalho com alguns desde 2015 e que por isso minhas músicas têm outra qualidade na atualidade. Prossegui dizendo que há sim toda a necessidade de começarmos a nível interno por valorizar um pouco mais o produto nacional e que deve ser na verdade um comprometimento de todos moçambicanos (professores, médicos, a vendedeira do mercado, o pintor, o sapateiro,etc.) e não apenas dos músicos.

Minó Dos Santos Dos Santos continua um produtor sério para comigo pois, sempre respeitou o meu cachet e honrou com os pagamentos. Este último itém (prazos no pagamento do cachet) foi das coisas de entre várias que dei os meus parabéns à produção do festival porém não consta do artigo. Porquê não sei.

Como devem saber, fiz parte de 4 edições consecutivas do FTZ e acredito que farei parte também no futuro e, em todas elas tanto eu assim como a equipe que me acompanhava fomos sempre muito bem tratados. Constragimentos, se eu disser que não acontecem estaria a mentir, quero crer que num evento de tamanha dimensão há sempre uma ou outra coisa que nos aborreça, super normal portanto, Quero através deste comunicado me distanciar de todas afirmações desabonatórias ao FTZ, espero mesmo que tenha sido um problema de comunicação e que se reponha a verdade. Bem haja Minó Dos Santos, para mim em particular por me ter dado a oportunidade de partilhar o palco com grandes nomes da música e de também fazer parte desta grande montra que é o Festival Tropical Zouk.

Humberto Luís

Facebook Comments

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

You may also like

Humberto Luís – No Fa Hi Wene (Vídeo Oficial)

Assista aqui o mais recente vídeo do artista