Future, Cassper Nyovest e Laylizzy animam o Castle Lite Unlocks em Moz

Future, Cassper Nyovest e Laylizzy animam o Castle Lite Unlocks em Moz

- in Eventos, Notícias
0

Realizou-se ontem (21/07) um dos eventos mais esperados do ano, Castle Lite Unlocks, que teve lugar no aquapark, na cidade de Maputo.

A organização do evento pensou nos mínimos detalhes para que o Castle Lite Unlocks fosse um sucesso, e a partir das 16 horas começaram a circular alguns autocarros na cidade que levavam o público até ao “local do crime”, onde as portas abriram às 19 horas.

O show começou às 21 horas, assim como havia sido agendado, e coube ao dj sul-africano Voodoo aquecer o público que timidamente chegava no aquapark. O dj tocou as melhores músicas de hip-hop norte-americanas e africanas da actualidade, e ainda navegou no afrobeat, animando o público com hits como “Pana”, “If” e “Fall” dos cantores nigerianos Tekno e Davido respectivamente.

Logo a seguir foi a vez de Dj Tay dar o melhor de si, e conseguiu cativar o público logo com a primeira música que foi o hit sul-africano “Sister petsina”, e de seguida “embarcou” para os EUA para tocar alguns clássicos do rapper T-Pain, já estava “doce”. Parece que Tay sabia o que as pessoas queriam ouvir e tocou um dos maiores sucessos de Denny Og, “quem não está não sabe o que vai perder”, o público entrou em delírio.

Quando faltavam apenas 15 minutos para as 22 horas, o mc (Ermerson Miranda) subiu ao palco para “comandar” o evento e anunciar a vinda de Laylizzy, e o rapper veio com a sua crew: Bangla 10, Blaze e Ell Puto na bateria, e cantaram algumas músicas da Ep “La família” recém-lançada como: “Moluene”, e “Culpa”, e outras mais antigas como “Dumskie” e “TCTD”, depois disso foi a vez de Lizzy cantar os seus trabalhos a solo com destaque para “On the road”, “The crew”, “Slay” e “Hello” que foi a música de despedida. Importa referir que com a música “Dumskie” não houve quem ficou parado, ali todos saltaram!

De seguida tivemos a actuação do “One man show”, Dj Dilson, que não fugiu do habitual e trouxe consigo um baterista e um saxofonista para dar um toque diferente no som, os estilos tocado pelo Dilson foram afro-house, deep house e ainda fez o público recordar uma música da dupla Carlos e Zaida Chongo.

O show continuou com outra performance de Dj Vodoo que voltou a tocar o melhor do hip-hop norte-americano e africano, desde músicas actuais até as mais antigas como alguns clássicos de 2 Pac, Snoop Dog e T-i, o público vibrou com quase todas as músicas que o dj tocou.

Depois da actuacão de Dj Voodoo, Emerson Miranda chamou ao palco do Unlocks o rapper sul-africano Cassper Nyovest, que fez uma das melhores performances da noite cantando os seus maiores êxitos como “Mama i made it”, “Phumakim”, “Ghetto”, entre vários outros, a língua não era nenhum problema, pois o público cantava todas músicas de Nyovest, mas o destaque vai para o hit “Doc Shebeleza” e “Tito mboweni” todos vibraram e cantaram essas músicas. Egana-se quem pensa que a actuação de Cassper limitou-se apenas em “músicas”, pois o rapper decidiu mostrar seus dotes na dança com alguns passos e ainda chamou alguém do público para partilhar o palco com ele.

O aquapark já estava superlotado e ainda faltavam duas actuações, foi aí que Dj Maphorisa assumiu a cabine de som e fez o público “dançar” com “One Dance” de Drake e Wiz Kid, e depois entrou na sua “praia” que é o afro-house tocando os maiores hits desse estilo musical. Maphorisa não estava sozinho, o dj convidou dois rappers sul-africanos para mostrarem o seu flow e as suas rimas no palco do Unlocks e o público acarinhou os mesmos com gritos e vibração, mas não era tudo, na comitiva de Dj Maphorisa estava o Dj Buck que fez um performance incrível misturando canto e dança numa sintonia perfeita.

Já haviam actuado quase todos os artistas convidados, mas faltava um, o mais esperado da noite, o rapper Future, que fez muito suspense, e foi recebido com muitos gritos mesmo antes de subir ao palco, o público chamava por “Future Future Future”, até que o rapper fez-se ao palco e as pessoas gritaram de felicidade, como se estivessem a ver uma estrela sem usar o telescópio.

Future veio acompanhado dos seus bailarinos e juntos fizeram um grande show tendo feito o público “dar voltas à lua” com músicas como “Same damn time”, “Bucatti”, “Fuck up some commas” e por último o público delirou com “Mask off”, logo em seguida o rapper voltou ao seu “planeta” e há quem diga que oviu-o despendindo com um “Khanimambo”.

E coube ao Dj Ellex encerrar o concerto com as suas misturas, e estreou o palco com a polémica música de Duas Caras dedicada ao Mega J, parecia que iríamos finalmente consumir hip-hop nacional, mas Ellex aventurou-se logo no afro-house tocando o hit “Xingomana” dos Afro Madjaha, e contou com ajuda de Tsotsi Nigga para terminar a actuação, o concerto terminou logo que o ponteiro apontou para 4 horas da madrugada.

Assim foi o #CastleLiteUnlocks em Maputo, Moçambique, um evento organizado pela Castle Lite e a agencia Ogilvy Moçambique.

Facebook Comments

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

You may also like

Quase 10 mil pessoas estiveram no Aquapark para o Castle Lite Unlocks

A cidade de Maputo acolheu na passada sexta-feira