Erros que os cantores moçambicanos cometem na divulgação dos seus trabalhos

Erros que os cantores moçambicanos cometem na divulgação dos seus trabalhos

- in Curiosidades
0

No inicio deste ano o site especializado em hip-hop lusófono denominado “Noticiário periférico” publicou um artigo falando de alguns aspectos negativos que os rappers comentem na hora de divulgar os seus trabalhos, embora seja um artigo direcionado para o rap, o conteúdo adequa-se para artistas de todos estilos musicais, sobretudo em Moçambique.

O artigo em causa tem como título, “10 erros mais comuns cometidos por MC’s na divulgação do seu trabalho’” e foi elaborado pela Nerie bento, assessora e sócia da Black Indie, uma empresa de assessoria de imprensa e social mídia para artistas, empresas, projetos culturais.

Bom, como já havia dito anteriormente, estes erros são cometidos cá em Moz, por isso decidi levar a lista e editar com base na nossa realidade e partilhar aqui no Moz Entretenimento, veja abaixo os 10 erros que os cantores moçambicanos cometem e devem evitar na divulgação dos seus trabalhos.

1 – Não criar um plano de divulgação ou pensar nele somente quando o trabalho estiver pronto. Planeamento e metas são fundamentais, o artista é uma empresa e como tal, precisa de estratégias.

2 – Fazer surpresa com o trabalho que será lançado, a não ser que você seja um artista muito grande cuja carreira garante um retorno alto em lançamentos da noite para o dia. Caso contrário, seu público (cliente) precisa saber que está vindo algo novo.

3 – Marcar pessoas nas redes sociais. Este é um óptimo caminho para ser tornar uma pessoa chata, a opção marcação não foi criada para divulgação de campanhas, para isto existe o impulsionamento na página do facebook.

4 – Enviar seu material via inbox. Não façam isto, é invasivo, amador e você corre sérios riscos de ser bloqueado.

5 – Pedir feedback do seu trabalho para desconhecidos, se tiver dúvidas sobre sua qualidade continue estudando e se aprimorando, existem profissionais capacitados para dar esta orientação.

6– Enviar seu material no inbox de blogueiros ao invés de pedir o e-mail e mandar da forma correcta. (press release/ comunicado de imprensa, cover, link, foto ).

7 – Não divulgar nas mídias. Por incrível que pareça, muita gente ainda se limita as redes sociais, blogs. Promover sua música na televisão ao invés da rádio que é propicia para isso.

8 – Outro erro comum é que os nossos artistas não colocam as suas músicas nas plataformas de venda de música online como iTunes, Spotify, entre outras.

9 – Ir txilar ao invés de investir no trabalho, sim, é isto mesmo. Existem artistas com recursos financeiros limitados, mas existem pessoas que podem administrar os gastos e investir melhor na divulgação (mídia paga, impulsionamento e afins). Este investimento é fundamental para um bom resultado.

10 – Este não é um erro e sim uma dica. Como já foi dito, um artista é uma empresa, sendo assim, é necessário que ele separe a pessoa física da jurídica. Vejo vários talentos se perderem por falta de dedicação e organização, só amor a música não é suficiente para se manter no mercado. Como diria Raphão Alaafin.. “Talento é Trabalho”. Dediquem algumas horas para cuidar da carreira, estudem o aperfeiçoamento não pode se restringir a sua arte, se aprimore em como fazer a gestão da sua empresa, produzir, divulgar, vender. Quem não é visto não é lembrado. E não se liguem em views, isso pode ser comprado. Se liguem em qualidade, façam parcerias, invistam sempre que possível e CONFIEM.

Creditos: Noticiario-Periferico

Facebook Comments

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

You may also like

Os músicos moçambicanos mais ricos!

Os mais curiosos como eu já investigaram e