Cau Fontes Channel celebra 2 anos reinventando-se

Cau Fontes Channel celebra 2 anos reinventando-se

- in Notícias, Televisão

Cau Fontes Channel é o nome do canal moçambicano do jovem jornalista cultural, Cau Fontes, no Youtube criado há sensivelmente dois anos como um espaço que se dedique a analisar rigorosamente e com profissionalismo as incidências que marcam o entretenimento em Moçambique, um DNA que é reforçado pelo slogan do canal: O Laboratório do Entretenimento Moçambicano.

O canal começou a nível de conteúdos e ou programação com o Olho Clínico que se dedicava a análise e reações de músicas, eventos e comportamentos das celebridades moçambicanas, seguindo o programa A Vida de Um Gladiador, uma proposta do jovem que se caracteriza como merecedor de uma estátua no bairro de Maxaquene “D”, em trazer o lado B dos gladiadores moçambicanos desde as batalhas marcantes, derrotas, vida pessoal ou por outra aquilo que a mídia não mostra, visitando o bairro dos gladiadores. Um programa que contou no primeiro episódio com o rapper e gladiador mais “temido” -dito isso pelo público, 16 Cenas no seu bairro (Patrice Lumumba), seguindo Kadabra Mc, Nikotina KF ambos do bairro Ferroviário e mais colossos os arquitectos das batalhas de rap em Moçambique.

Da Centralização a Descentralização

Nas vésperas do segundo ano de existência, com vista a acentuar o seu crescimento, o canal encontra-se a desenvolver uma nova forma de se apresentar ao público passando a contar com uma grelha de programação, ou seja, mais programas e mais conteúdos, numa espécie e proposta de desassociação do canal a apenas a imagem do jornalista Cau Fontes, apostando em novas caras onde segundo o fundador do canal tem por objectivo  “transformar Cau Fontes Channel em uma escola de comunicação”. De aspirantes a formados em comunicação, através de novas caras que vestem a camisa, o canal propõe explorar as vivências da sociedade moçambicana desde a moda, reflexões, o desporto, talentos e mais assuntos que continuam sendo ocultos ao público. Passamos a listar alguns dos programas que já são do conhecimento a sua existência e possível estreia  

Moda ao Domicílio

Já em rodagem, Moda ao Domicílio é apresentado pela jovem moçambicana Mimy dos Anjos, estilista e estudante de medicina dentária com aspirações a comunicação. Posiciona-se como um laboratório da moda moçambicana, onde serão colocados a tela todos pontos ligados a moda desde eventos, últimas tendências convidando pessoas que dão suporte a esta arte que é caso de estilistas ou designers de moda e os próprios consumidores.

Na sua estreia, o programa visitou os atelieres de alguns estilistas moçambicanos para saber dos mesmos sobre o papel social da moda face a pandemia do Coronavírus.

Muito Talento, Pouca Mídia

Segundo uma nota publicada na página oficial do canal no Facebook, o programa Muito Talento, Pouca Mídia, terá por missão promover trabalhos de jovens talentosos de diversas áreas de actuação desde a fotografia, programação, futebol, literatura, humor, negócios e música, posicionando se como uma ponte que levará a conhecer grandes feitos e seus respectivos autores que pelo talento que têm, não deviam passar despercebidos dos holofotes ou público em geral.

Ainda está a sete chaves a cara que estará em frente do programa e a possível estreia.

Olhar Clinico

O nome Olhar Clínico é uma reinvenção ao nome do primeiro programa do Canal (Olho Clinico) e resulta pelo falto de se ter como DNA ao mesmo num novo cenário, vários olhos debruçando sobre temas sociais que vão marcando a sociedade em si, olhos de varias camadas sociais e ou estratos, e está na direcção do programa, a jovem Yara da Guerra General, estudante de jornalismo na Escola Superior de Jornalismo.

A estreia está prevista para o dia 19 de Maio, um dia depois do aniversário do canal.

Body Talks-Deixa o corpo falar

Histórias de superação, dedicação, disciplina e sacrifícios de homens e mulheres com corpos esculpidos pela sua saúde, autoestima e, acima de tudo, metas de competições internacionais são as propostas ou conceito ao programa numa mistura de entretenimento e desporto e, com entrevistas a ser feitas nos locais de treino (ginásio) e ou frequentados pelos fisiculturistas. Para dar peso ao programa, contará com apresentação do fisiculturista e premiado internacionalmente Cazé Castro.

Um programa com gravações já iniciadas, mas face a pandemia da Covid-19 e em respeito as restrições que obrigam enceramento de certos locais como é o caso dos ginásios, ainda não foi lançado.

Facebook Comments

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *