Artistas preparam bailado de investidura de Nyusi

Artistas preparam bailado de investidura de Nyusi

- in Eventos, Notícias

MAIS de 70 artistas, entre bailarinos, músicos, acrobatas e poetas, estarão em palco, no dia 15 de Janeiro corrente, para interpretar o bailado que será apresentado na investidura de Filipe Nyusi ao cargo de Chefe do Estado, naquilo que constitui o seu segundo mandato presidencial.

O elenco tem a direcção artística do conceituado músico e coreógrafo Casimiro Nhusi, um dos fundadores da Companhia Nacional de Canto e Dança (CNCD) e director artístico da NAfro Dance, companhia de canto e dança estabelecida no Canadá.

O bailado vai reflectir os cinco anos do primeiro mandato de governação de Filipe Nyusi. Através da dança, música, poesia e acrobacia, os artistas vão trazer as principais acções, obstáculos que o Presidente teve de enfrentar ao longo do exercício de suas actividades governativas.

Os ensaios já decorrem e são realizados na Casa da Cultura do Alto-Maé, na cidade de Maputo. Os artistas transpiram os corpos, prepararam o espectáculo, ao mínimo detalhe. Para a execução do trabalho, Casimiro Nhusi conta com o auxílio de Emelva Dine, que desempenha o papel de coreógrafa e assistente, e Virgílio Sithole, coreógrafo principal assistente.

Além destes nomes, fazem parte do elenco inúmeros bailarinos, tais como Lulu Sala e Alexandra Matos; os músicos Stewart Sukuma e Xixel Langa; a actriz Cândida Bila, que vai declamar um poema, entre outros.

Os coreógrafos participaram na selecção dos intervenientes no bailado, sendo que Casimiro Nhusi olhou para lista, deu sugestões e depois aprovou. Procurou-se seleccionar os artistas de diferentes grupos para que seja grande a partilha de ideias.

Zap é Maningue nice

Temos aqui bailarinos do grupo Hodi, Raízes, Huxene; acrobatas do grupo Circo Wezo, entre outros”, detalhou Virgílio Sithole, que explicou ser gratificante trabalhar com Casimiro Nhusi.

É um profissional excepcional, trabalhei com ele na Companhia Nacional de Canto e Dança e hoje é muito bom reencontrá-lo neste trabalho”, disse Virgílio Sithole, para quem o bailado é uma oportunidade de trocar experiências, receber e passar o legado para as novas gerações.

Por sua vez, Emelva Dine acrescentou que os ensaios decorrem a bom ritmo.

Os artistas estão a entregar-se, o que nos dá certeza de que o bailado será um sucesso”, disse a coreógrafa.

A cerimónia de investidura contará com a participação de cerca de três mil pessoas, entre personalidades nacionais e estrangeiras, convidadas para a solene cerimónia.

Vários países e organizações internacionais já confirmaram a sua presença neste acto. Por exemplo, 12 Chefes do Estado e do Governo estrangeiros já confirmaram a presença neste acto, que terá lugar na Praça da Independência, em Maputo.

O programa da cerimónia vai incluir actividades artístico-culturais, desportivas, para além do próprio acto solene de investidura.

Filipe Nyusi vai ao segundo mandato como resultado da sua vitória nas eleições presidenciais de 15 de Outubro passado, onde obteve 73 por cento dos votos.

Fonte: Jornal Noticias

Facebook Comments

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *