Afinal qual é a cena Mr.Bow?

Afinal qual é a cena Mr.Bow?

- in Opinião

Por: Johnson Pedro

Mr.Bow, Nwana wa muchangana, King Bow, Mupfana waku tchaya swilo swa ndodo, Grim Grim e outros mais nomes que a Liloca, Maria de Lurdes e Tima possam acrescentar, são sim de uma voz a não ignorar no panorama musical em Moçambique, e é dessa não ignoração que o termo mais viável para avançar com o artigo é do Mupfana waku tchaya swilo sa ndodo (Alguém que toca coisas com sentido, tradução livre).

Mr.Bow chegou na música não por sorte, pela luta e perseverança, cantando coisas que tocam o coração e, com o pó do caldo da Maria Lurdes presente, deixando a coisa mais dançante, hoje o gajo discute o mesmo trono com os putos do Mourinho ou então Jacob, estou a falar do Bang e de putos como Ziqo, Denny OG, Dj Ardiles, Lizha James, Marllen e de cantores que preferiam lutar a sua maneira para garantir o pão, como Neyma, Mahel, Mc Roger, Tabasily, H20 e terminem vocês a lista. Gajos que com eles aprendemos a piratear a música moçambicana, e estão na cena desde o tempo em que só a Mcel aparecia como entendedor sobre estrelismo, e hoje que outras marcas entendem, o gajo abocanhou tudo e nem foi humilde, é que Kho Tiriwa e Ku Khendlhiwile Kuli (está se a trabalhar e tomou-se banho longe).

Diz-se de forma livre e leve pelos ouvintes “assíduos” da música moçambicana, que Mr.Bow está a internacionalizar a Marrabenta ou então os grim grim moçambicanos, mas esperem ai, e os Ghorwane e companhia Velha guarda limitada? Porque esses já saíram e cantaram ao mundo o “moçambiquês”, então não há nenhuma internacionalização irmãos, só esta a regar uma semente que já brotava antes mesmo de toda sua história.

O que não se pode negar nessa dita internacionalização por parte do Grim Grim, são as cores, o dress internacional e vídeos de alto investimento, o que muito não se via ao ritmo em alude, mas, esta faltando muito caldo nessa cena pha, convém aqui dizer que talvez a Maria de Lurdes, não só levou o Range Rover, como também o caldo que dava mais sabor as músicas do Bawito.

Escrevo este artigo sem saber, e nem quis saber quem produziu os últimos beats do homem Bawito. É que nem se produziu irmãos, só se fez repetição e mais nada, de um beat que até então não se tem a certeza que seja do próprio Bow, e dessa incerteza apareceu outra, Matilde Conjo, cantando num mesmo beat, uma autêntica falta de respeito aos nossos ouvidos bem apurados. E não me diga que o Mr.Dino, um dos seus professores, o cara do “Atamu dlhaya”, esteja em frente dessas últimas palhaçadas da sua autoria, porque caso seja, não morremos, esta faltando Baygon nessa cena.

Campanha Maningue nice

O “Lhe mata” é a prova disso, ignora esses comentários com os dizeres “Grande Beat, Parabéns” Não mataste mano, diga-se em coro “Mr. Bow perdeu oportunidade de ficar calado” aquilo é só mais uma música a ser esquecida, que nem aos calcanhares de “Guilhermina”, “Nitiketelile”, “Number One”, “Nitafa Nawena” chega. Digo isso escutando os mesmos hits e lembrando das vezes que ouvi nesses convívios “Dj beka música wa mista bau” dos kotas e dos jovens num Surrender a sua expressividade e emoção que levava aos nossos corações. O que não estamos a sentir actualmente.

Diga Mr.Bow, afinal bem bem qual é a cena? Ainda anda com o Mr.Dino e outros que estiveram por detrás do seu Big Bang? É que do jeito que a coisa está, fica tipo jogo da zona, 4 balizinhas, onde a dica é meter a bola e se “esquece” o factor desenvolvimento ou demonstração dos Skills ao máximo possível. E nós não queremos “tsovar minengue” ao seu som por “obrigação”, mas sim porque “akuna maferia”.

Precisamos-te sentir Mr.Bow, és um dos poucos a representar a nossa cultura, desde ao código linguístico e as vivências desse teu “xitsungo” (povo). Precisa entregar meu Kota, provar com A+B a tal estrutura que tens para bater por 20 anos, algo do qual, espero que a previsão não tenha sido feita pelo Joel Williams ou outros, porque ephaaa!!! Se calhar ele disse estrutura para bater até 2020 e não foi bem percebido devido ao português do niqqa de Jusus.

Apressa-te Mr.Bow. porque se continuar assim, nunca mais chegará ao Ngoma Moçambique, digo por mérito, onde o povo diga sim senhora, o premio é merecido. Chegar todos chegam. Mas governar por 5 anos como outrora o fez, diga o Txiobullet, “Não é para miúdos”.

Acorda, Pfhuka, quanto mais ignora esses artistas pela tal estrutura para bater por 20 anos, eles acordam e estão a te escutar, estão a dormir na igreja e alguns estão ao seu lado, como mostrou no vídeo “lhe mata”, estudando te ao máximo para perceberem as suas fraquezas.

Pfhuka Muchanhgana! Hambanine!!!

Facebook Comments

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *