A sentença da Yara da Silva

A sentença da Yara da Silva

- in Geral, Opinião
10

Por: Filipe Tumbo

Desde ontem, rola nas redes sociais uma frase polémica que envolve a Yara da Silva, apresentadora do programa “Manhãs Alegres”, da STV.

Segundo os internautas, a apresentadora teria pronunciado as palavras que a sentenciaram duras criticas, no programa por si apresentado em directo e logo caíram mal para o gosto do público que as considerou preconceituosas e racistas.

Trajada de capulana, que é um pano que, tradicionalmente, é usado pelas mulheres para cingir o corpo, fazendo as vezes de saia, podendo ainda cobrir o tronco e a cabeça, a cantora disse “Apesar de eu não ser negra amarrei a capulana como as negras”.

Segundo se pode constatar nas discussões que rolam na internet, sobretudo no facebook, as opiniões são diversas e dividem opiniões. Por um lado, há os que condenam de forma veemente a atitude da apresentadora, considerando-a racista e preconceituosa contra as pessoas negras.

Pois, segundo os mesmos, no lugar de ela falar que trajou um adereço que as negras usam, apesar de ela não ser negra, denota que ela não se considera negra e a capulana é uma vestimenta apenas para pessoas negras.

Por outro lado, há os que consideram a atitude da apresentadora um acto leviano e inconsequente. Ela não tinha consciência do impacto que as suas palavras teriam nas cabeças do público e, portanto, os racistas são as pessoas que a condenam. Porque, para estes a sua atitude não é tão relevante que mereça a atenção para ser discutida. Estes consideram ainda que há assuntos mais importantes por se debater e que a discriminação racial em África, em nada se compara com o tratamento que é dado aos homossexuais.

Entretanto, para mim, uma opinião pessoal, diria que a apresentadora foi irresponsável, inconsequente, preconceituosa e racista. Ora vejamos: “Apesar de eu não ser negra amarrei a capulana como as negras”. Parece que, nesta frase, ela nos quer dizer que a capulana é um adereço para negros e, ela, não sei de que raça é, não se considera negra.

No entanto, teve que descer do salto alto como as negras. Por outro lado, podemos considerar que Moçambique é um país multirracial, tanto a sua cultura. Portanto, a capulana não tem cor da pele, pessoas de todas cores e raças (apesar de reconhecer que apenas existe uma única raça) a podem usar e a usam como se pode constatar no dia-a-dia.

Ela foi infeliz e infeliz são os seus defensores que consideram esta discussão irrelevante. Pode parecer insignificante, mas é um problema serio, mesclado de coisa pequena. Os que consideram esta discussão desnecessária tem medo do debate que isto pode levantar, que o racismo existe em Moçambique e está presente em todas as esferas da sociedade e até na media televisiva.

Há demais, se ela não tinha noção da repercussão que isto levaria, mesmo assim, não deixa de ser racismo. Mesmo que hajam outros assuntos relevantes a se discutir, como o tratamento dos homossexuais que nada se compara a discriminação racial, não deixa de merecer a atenção para ser discutido.

Ainda mais, sobre a questão de que ela não tinha noção do seu acto, por isso, não pode ser considerada racista. Não concordo. Porque mesmo na lei, o desconhecimento de uma certa regra, no caso de a infringirmos, não deixa de recair sobre nós as devidas sanções. Por isso, ela é sim racista. Não importa se ela tivesse ou não, no momento, a noção de que estaria cometendo um acto racista.

Para finalizar, vou partilhar uma simples definição daquilo que pode ser considerado racismo. Racismo, consiste no preconceito e na discriminação com base em percepções sociais baseadas em diferenças biológicas entre os povos. Muitas vezes toma a forma de acções sociais, práticas ou crenças, ou sistemas políticos que consideram que diferentes raças devem ser classificadas como inerentemente superiores ou inferiores com base em características, habilidades ou qualidades comuns herdadas.

Portanto, tomemos atenção naquilo que falamos, principalmente em público. Pois, apesar de tão bom que seja o objectivo das nossas palavras, se nos expressarmos mal, poderemos ter perdido a oportunidade de ficar calados e não merecer duras críticas. Sobretudo na televisão e em programas feitos em directo, os apresentadores devem ter muita atenção porque podem manchar as suas carreiras numa fracção de segundos e nunca mais ter volta.

(Filipe Tumbo)

Facebook Comments

10 Comments

  1. Paulo Macuácua

    Quando as aparências enganam! Sempre achei a inteligente, mas reduziu-se a nada! Pena termos no mundo pessoas que pensam assim. Mas acredito que ainda haja espaço para do mesmo jeito e pelo mesmo canal ela retrate-se! É o mínimo que tem a fazer, pois o mal maior já foi feito.

  2. Fanheiro Jorge

    Bela jovem com carecter pobre…
    Existe um ditado que diz…antes so do que mal acompanhado…, com esta frase aprendemos muito sao as negras que daum maior audiencia ao seu programa televisivo, sao as negras que apoiaram ela na sua carreira musical, sao as negras que a fazem maquiagem para parecer sei la uque que so ela sabe…sao as negras que lideram a vida dela.

  3. Labistúrio Amblufoi

    Olha é de lamentar determinados comportamentos pessoais e de falta de bom senso da apresentadora em causa.
    A apresentadora procedeu se mal na abordagem em discussão, dizia um velho antes de falar pense duas vezes para evitar machucar a quem não merece porque somos iguais
    A apresentadora não havia de gostar se fizessem uma comparação de natureza pondo em causa a raça de que faz parte e não sei qual é, gostaria de saber, mas pelo que parece ela tem um pigmentação com falta de melanina, pelos vistos teve a oportunidade de desaparecer na arena musical porque não tinha credibilidade e virou apresentadora para gozar com as pessoas da cor dum dos parentes?

  4. Comment: Thanks! Tack! Merci! Gracias! Obrigado! Khanimambo! A todos, nós Moçambicanos somos inteligente pude eu ver segundo aos vossos comentários. Quero só dizer que quando alguém faz ou fala algo sem saber que isto é um erro a gravidade do erro é menor e é tolerável, + vejamos quando é ao contrário alguém que diz “Apesar de não ser negra, mas amarei a capulana como as negras” se fosse uma criança que não tem noção do que fala acredito que o público tolerava. Contudo, minha irmã Yara apesar de tudo essas supostas negras gostam de ti, claro que as tuas palavras foram agressivas e ofensivas + nunca é tarde pra se desculpar pela falta de respeito…Eu ja lí um texto com tema “A Mãe Negra”

  5. Caros não percam tempo com ignorantes. Quem disse a ela que é branca. Que ela va a america ou europa e perguntar qual é a raça dela. Vao lhe dizer qe é negra. Nao existe raça mulata, a quando nao es branco es negro e ponto final.

  6. Nuca esperei iso dela eu sou fã dela e sou Negrão que vergonha

  7. Sheila maria da silva

    bom dia, querida yara es bonita por fora e feia por dentro. as suas expressoes sao pecimas. nao tas a faltar com respeito a nós só. Mas tambem aos seus pais que te deram a vida. trabalhas com nós negros diariamente, tens mais experiencias com nós que chama nos de negros. por isso antes de falar pare um minuto e pense no que vai sair da tua boca. pra evitar nos ofender.

  8. Se for verdade:afinal oque é isso de yara

  9. Yara se quer de facto voltar a ser olhada pelas moçambicanas de raça negra e todas outras pessoas, como aquela menina cujo programa ganhou audiência e admiração. Por favor use a facilidade que tem que e o ser apresentadora de TV e retrate-se em directo. Acredito que as moçambicanas em particular sao generosas vao lhe perdoar e vai poder levantar a cabeça e caminhar a vontade na rua e continuar a tocar o seu programa para frente. Mais nao disse.

  10. dorca Tualufo

    So gostaria de ouvir da boca dela qual é a raça que ela pertence em outros paises mulheres com mais cabelos,com um tom de pelo mais claro se considera negras…e ja relataram varios episodios de racismo…agora ela negra em todas sentidos,crescida,ainda tem duvidas disso,kkkk faça mi rir…ainda tem que crescer muito…decpção

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

You may also like

Estilista Pinto Música lança nova colecção “Black Sensation”

O conceituado estilista moçambicano Pinto Música lançou no